quinta-feira, 10 de julho de 2008

Moita, terra sem lei: Saber não ocupa lugar. Basta fazer um 'clic' e ler com olhos de ver.

Na Foto, "Investidores manhosos" ao assalto do que mais vale na nossa terra, o "Solo Rural". Se possível em Reserva Agrícola, e quanto mais Reserva Ecológica melhor. "Depois a gente resolve", acrescentam. A Comissão Nacional dessa coisa funciona a pedido, e em vez de "salvadora" da REN é antes "matadora" da coisa. A gente aplica-lhes a fórmula de 16MAR2004, tá no ir. Repare-se no detalhe: Os "Investidores manhosos" pagam tributo reconhecido e não esquecem os seus apoios na Administração.

Breve Digesto sobre a Revisão do Plano Director Municipal da Moita (PDM) e o surgimento do Projecto de novo PDM da Moita[1]

O cerne da questão:

Entramos em 2008 sem que ainda se tenham materializado os planos dos grandes especuladores que compraram centenas de hectares de REN e RAN a tostão..

Preço de venda p/ Armazém dá cá 450 mil. Vezes 5 Armazéns p/ Pavilhão faz 2,25 milhões. Ora só Pavilhões são 6, já faz 13,5 milhões. É sempre a aviar.

Armamar: O Dr. Manuel Gaspar Paiva (PCP/CDU) defende a Cedência dos terrenos do Parque Empresarial a preços simbólicos e atractivos, c/ o objectivo...

Segundo disse à Lusa fonte da Presidência da República, o PR visita a zona industrial de Vimioso c/ terrenos a 1 cêntimo o m2 e todas as regalias

A regra é o benefício de interesses particulares em detrimento do colectivo, com prejuízo do bem-estar e da qualidade de vida da população.

Mas o que é que se passa afinal com a Revisão do PDM da Moita?

Novo Partido Local - O PDM

Câmara da Moita: Dez anos a preparar uma burrada, pior, uma cilada, e 3 anos a digerir uma Discussão Pública como ninguém imaginava

«Quanto ao PDM ir dar de mamar a alguns construtores, diga-me se neste sistema em que vivemos, se achava que o PDM não dava que mamar a ninguém.

Afinal “mamar” é um procedimento normal e até aconselhável

Porque uma imagem vale mil palavras

CINCO ERROS DE PALMATÓRIA do Presidente da Câmara João Lobo na sua falta recorrente à verdade quando se dirige à Comunicação Social. Vd Focus 14 Ag'07

Presidente da Câmara João Lobo falta recorrentemente à verdade quando se dirige à Comunicação Social. O caso Focus 14 Ago '07 – 3

Presidente da Câmara João Lobo falta recorrentemente à verdade quando se dirige à Comunicação Social. O caso Focus 14 Ago '07 – 2

Presidente da Câmara João Lobo falta recorrentemente à verdade quando se dirige à Comunicação Social. O caso Focus 14 Ago '07 – 1

Os 7 Pecados Mortais do Processo de Revisão do PDM e do Projecto de novo PDM da Moita 1996 /2006…

Pontos negros mais importantes na rota do Processo de Revisão do PDM da Moita 1996/2006…

Importa-se de me explicar isso do PDM da Moita, se faz favor?

Manual Prático para se fazer fortuna choruda e rápida, à custa do Solo Rural e da actual Reserva Ecológica (REN) na Moita. Lição nº 1

Manual Prático para se fazer fortuna choruda e rápida, à custa do Solo Rural e da actual Reserva Ecológica (REN) na Moita. Lição nº 2

Manual Prático para se fazer fortuna choruda e rápida, à custa do Solo Rural e da actual Reserva Ecológica (REN). Lição nº 3 (Caso Prático)

Moita: boa e má governação, escuridão e transparência, ética e legalidade. Factos 1: Triângulo de sucesso na Moita

Moita: boa e má governação, escuridão e transparência, ética e legalidade. Factos 2: Na Moita, Presidente da Câmara & Cia falaram 2687 palavras, ...

Moita: boa e má governação, escuridão e transparência, ética e legalidade. Factos 3. O “modus operandi” e o espírito da coisa

Passa quase 400 hectares de Solo Rural em REN e em RAN para novo Solo Urbano sem REN e sem RAN, com novas zonas urbanizáveis para mais e mais Fogos

Drama na Margem Sul pode vir a ter um final feliz - 1

Drama na Margem Sul - 2

Drama na Margem Sul - 3

Triângulo de fogo na Moita: junte-se um “Investidor Manhoso”, um “Assessor Autárquico polivalente”, e um “Responsável da Administração local”

Uma família por enquanto muito feliz e contente, a maré cheia vai correndo de feição

O negócio base em Portugal continua o mesmo: comprar terreno barato em função de condicionamentos administrativos, remover tais condicionamentos e,...

O esquema consiste na compra de Solo Rural, porventura classificado como REN, e depois na sua passagem com lei ou fora dela para Solo Urbano

Câmara da Moita: Dez anos a preparar uma burrada, pior, uma cilada, e 3 anos a digerir uma Discussão Pública como ninguém imaginava

E, assim, o negócio da gestão urbanística gera margens só comparáveis em Portugal com as do tráfico de droga...

" Mais-valias: quem as gera e quem as captura? Agentes e comportamentos" foi o tema apresentado pelo Engenheiro José Carlos Guinote

Texto do Prof. Pedro Bingre do Amaral sobre..."enriquecimento ilícito"..."enriquecimento sem causa"

Convém acompanhar o que se passa no concelho da Moita e a luta dos moradores da Várzea da Moita contra a futura urbanização dos terrenos agrícolas

Desrespeito flagrante pelo princípio da imparcialidade na aplicação da Lei:

Arrogantes e fortes contra os fracos: a direcção política da Câmara da Moita (com o emblema do PCP ao peito) segue uma política de classe…

Agachados e submissos debaixo dos fortes: a Direcção política da Câmara da Moita (com o emblema do PCP ao peito) segue uma política de classe…

Na verdade, na Moita, existem 2 regimes políticos: Um regime de mão pesada contra os fracos e um outro regime de espinha curvada diante dos fortes.

Jornal da Moita escreve s/o atropelo à Lei 169/99 de 18/9: Reunião ilegal deve necessariamente ser considerada nula e destinada a gerar nenhum efeito.

Dois pesos, 2 medidas: fortes e arrogantes contra os fracos, agachados e submissos debaixo dos fortes

O papel indolente, preguiçoso (não leram os dossiers), desinteressado, pouco atento e colaborante mesmo da Administração Pública:

Porque será, porque será, porque será?

Um patamar do Poder (astuto, conhecedor) falta à verdade e informa ao engano outro patamar do Poder (coitado, enganado). Este, por seu turno, difunde

Pergunta à espera de resposta sobre o Processo de Revisão e sobre o Projecto de novo PDM da Moita

1097 dias são muitos dias, bem mais que 120

As Autoridades com efectivo poder não o usam contra os grandes e poderosos, diante de quem fazem curvadas vénias e muitas salamaleques.

A violação das leis e da ética política é o pão nosso de cada dia da governação local na nossa terra. A revisão do PDM da Moita é o seu "ex libris"

P.J. (sob liderança do Ministério Público) e Inspecção do Território/IGAL inspeccionam a CM Moita. Resultados? Nem pó. Mistério...Competência...uáuuu

Correm notícias na Moita: os Inspectores do IGAL são guiados pelo Senhor Presidente da Câmara, João Lobo. A inspecção tem corrido à maneira. Tudo OK

Correm notícias na Moita: os Inspectores do IGAL são guiados pelo Senhor Presidente da Câmara, João Lobo. A inspecção tem corrido à maneira. Tudo OK

Selecções de fim-de-semana: A anedota de uma época, de um regime

Pode um cego (no sentido não daquele que não vê, mas sim do outro que não quer ver) guiar outro cego (idem, idem) para outro lugar que não um buraco?

Conversa mole, muito mole, molíssima do Presidente da Câmara da Moita, sob a tónica "Câmara intervém e insiste com a CCDR-LVT (sic)"

Informámos toda a gente:

Munícipes da Moita apontam à CCDR-LVT os pontos mais negros na rota da Revisão do PDM e no Projecto de novo PDM da Moita

Os Munícipes expressaram ainda a sua oposição frontal à realidade da Ribeira da Moita, e às ilegalidades e abandonos a que as populações são votadas

Moradores da Várzea levam PDM a Belém

Delegação de Munícipes da Moita avistou-se na Assembleia da República com o Grupo Parlamentar do Bloco de Esquerda

Deputados e Dirigentes do Partido Socialista manifestam a sua solidariedade política ponto por ponto às causas da resistência cívica da Várzea ...

Munícipes da Moita apontam a Deputados do PS - Partido Socialista os pontos mais negros na rota da Revisão do PDM e no Projecto de novo PDM da Moita

Delegação de Munícipes da Moita avista-se na Assembleia da República com o Grupo Parlamentar do PSD - Portal Social Democrata

O PCP foi avisado a alto nível sobre os graves atropelos à lei e a complicada escuridão largamente ...

Passos perdidos:Alguns Deputados à Assembleia da República eleitos por Setúbal continuam em silêncio sobre as graves suspeitas à volta do PDM da Moita

REN real de facto destruída, e criação de uma REN única no Mundo, a ‘REN à moda da Moita’

Carta Aberta ao Senhor Presidente da Câmara Municipal da Moita (1)

E Carta Aberta ao Senhor Presidente da Câmara Municipal da Moita (2)

Zona Sul do Concelho da Moita, terra e gente debaixo de ditadura:

Crime ambiental a montante da Estrada do Gado, na partilha entre o Concelho de Palmela (montante) e o Concelho da Moita (jusante) da Ribeira da Moita

Não somos pela impermeabilização de kms e kms quadrados do nosso solo! Não somos pela destruição da terra e do ambiente!

Dionísio Barata ensinou-nos muito. Dizia-nos: "É que não basta aos Cidadãos poder viver em democracia. É preciso que a possamos exercer, a cada dia.”

Se os tivesse, seguramente que os nossos líderes seriam as mulheres mais velhas, ou os homens mais velhos de entre nós, aqueles que sabem mais...

Disse o Cidadão Dionísio Barata ( Moita 18 Maio '07): "Se para gritar "o Rei vai nu" tiverem de dizer certas verdades inconvenientes, façam favor!"

Desrespeito pela lei, pela democracia

Sessão Pública da Câmara Municipal da Moita de 9 Julho '07: uma Reunião ilegal é nula e produz resultados de nenhum efeito.

A Moita ganharia o vergonhoso estatuto de laboratório clandestino dos mais desprezíveis cozinhados fora-da-lei, próprios de um novo País...

A direcção política da Câmara da Moita e o seu Presidente previram "com grande probabilidade" que os Munícipes só diriam questões gerais

Qual será a razão que leva a direcção política da CM Moita e o seu chefe João Lobo a recear "questões gerais já anteriormente enunciadas"? Porquê?

Director de O Rio: "no que diz respeito a comparações com certas atitudes do presidente do Gov. Reg. Madeira, não retiramos nada, antes pelo contrário

Os Protocolos entre a CMM e os Investidores a tostão, com promessa de milhão:

Protocolo C.M. Moita & Imomoita SA s/ as Fontainhas: outro Mapa do Tesouro do Euromilhões do PDM da Moita, com ‘password’ no Penteado

O Protocolo Câmara Municipal da Moita & MACLE SA sobre a Quinta da Migalha: o plano da pólvora sobre uma das jóias da coroa do novo PDM da Moita

O ‘modus faciendi’ da coisa:

Moita: boa e má governação, escuridão e transparência, ética e legalidade. Factos 1: Triângulo de sucesso na Moita

Brochura da Câmara MUnicipal da mOita de Julho 2005 com valores/hectaresde mudança de uso do Solo (proposta) de Rural para Urbano no novo PDM proposto

Ao Montepio Geral, ...para vos pedir a melhor e mais adequada intervenção sobre os factos seguintes:

Ao Banco Popular,...para vos pedir a melhor e mais adequada intervenção sobre os factos seguintes:

Má sorte para muitos...Melhor sorte para alguns

Pssiuuúu... dorme, dorme meu menino, disse-me com ternura a voz amiga que me soprou ao ouvido esta estória de inventar. Dorme, dorme, dorme meu menino

As Fontainhas e o Penteado:

Protocolo C.M. Moita & Imomoita SA s/ as Fontainhas: outro Mapa do Tesouro do Euromilhões do PDM da Moita, com ‘password’ no Penteado

Moita: boa e má governação, escuridão e transparência, ética e legalidade. Factos 3. O “modus operandi” e o espírito da coisa

As Fontainhas estão umbilicalmente ligadas ao Penteado, e são um paradigma do caldo de cultura (violações da lei e escuridão a rodos) do PDM da Moita

27 hectares na ponta ocidental do Município, junto ao IC21, entre a Quinta da Lomba, no Barreiro, e o Vale da Amoreira, já no Concelho da Moita.

Things of the arc of the old lady, as Uggly Tony should say

Está tudo ligado: Moita na rota da 3ª Ponte + TGV. Aliás, os n/ Protagonistas já andam lá para as bandas do novo Aeroporto. Compra aqui, compra acoli

A Quinta da Migalha:

Confusão entre interesses públicos e privados. Passagem "a pedido" de 139,6 hectares de Solo Rural em REN e RAN para Solo Urbano sem REN e sem RAN.

O presente estudo foi desenvolvido pela Bruno Soares Arquitectos, e abrange um território de 139,6 Ha no extremo Sudoeste do concelho da Moita e ...

É o perfeito 2 em 1: Bruno Soares Arquitectos são o Gabinete de Arquitectura para o PDM da Moita e para os Estudos Urbanísticos da Quinta da Migalha

Confusão entre interesses públicos e privados. Passagem "a pedido" de 139,6 hectares de Solo Rural em REN e RAN para Solo Urbano sem REN e sem RAN.

Segunda 9 Julho '07 nos Paços do Concelho da Moita: Proposta do Presidente da Câmara é baralho de cartas com 2 cartas maradas, traz 2 Ases de Copas

O Protocolo Câmara Municipal da Moita & MACLE SA sobre a Quinta da Migalha: o plano da pólvora sobre uma das jóias da coroa do novo PDM da Moita

O Esquema Director como figura mediadora: o Caso Quinta da Migalha

Exmº Senhor Presidente Arquitecto Promotor Advogado Controleiro Caseiro VIP Responsável de Fundos Capo etc e tal

O papel dos Eleitos na Moita com emblema do PCP ao peito:

É este o PCP de Francisco Miguel, de Pires Jorge, de Afonso Gregório, de Álvaro Cunhal?

Se o entenderem, façam um gesto e mostrem que compreendem finalmente o que se passa na Moita. E que o PCP e a CDU actuem em consequência.

Acreditou o Secretário-geral do PCP no fundamental da mensagem de João Lobo?

Homem adulto, dá pelo nome de Pedro Carvalho Pereira, não dá sinal de vida para os lados da Moita, onde costuma também residir.

Este Partido Comunista, aqui na Moita, mete medo a muita gente, não a todos, mas a muita gente já.

Artigo surgido no Blogue Alhos Vedros ao Poder: "O Partido Comunista na Moita está todo roto. A quem se pode queixar?...aos seus dirigentes, claro"

CINCO ERROS DE PALMATÓRIA do Presidente da Câmara João Lobo na sua falta recorrente à verdade quando se dirige à Comunicação Social. Vd Focus 14 Ag'07

A nossa resistência não é pois nem contra o PCP nem contra a CDU, mas sim contra esta política reles realizada e defendida à pala do PCP e da CDU

O bê-á-bá da nossa luta contra o Partido Comunista na Moita e em qualquer lugar

“Kit militante PCP” (cartão de militante, boininha encarnada, emblema p'ra lapela, etc) vindo também no pacote um “certificado de superioridade moral"

Este Partido Comunista, aqui na Moita, mete medo a muita gente, não a todos, mas a muita gente já.

Probleminhas que o PCP carrega às costas na Moita: o 3º é o mais pesado e grave deles todos!

Artigo surgido no Blogue Alhos Vedros ao Poder: "O Partido Comunista na Moita está todo roto. A quem se pode queixar?...aos seus dirigentes, claro"

De que lado bate o coração do PCP na Moita? Do lado da Lei, dos mais fracos, daqueles que sozinhos não têm voz? Ou do lado das negociatas de milhões?

O PCP na Moita renega e atraiçoa o PCP que gerações de portugueses interiorizaram: Simpatizando muito, pouco ou nada c/ ele, a ideia s/o PCP era outra

Entrevista a um cidadão, de entre os activistas da Várzea-2ª Parte

Entrevista a um cidadão, de entre os activistas da Várzea-1ª Parte

A nossa resistência não é pois nem contra o PCP nem contra a CDU, mas sim contra esta política reles realizada e defendida à pala do PCP e da CDU

Alguém já ouviu ou já leu uma tomada de posição pública do PCP na Moita sobre estas inter-relações tão bizarras?

De que lado bate o coração do PCP na Moita? Do lado da Lei, dos mais fracos, daqueles que sozinhos não têm voz? Ou do lado das negociatas de milhões?

Ai se a notícia fosse a sério, aí sim, seria alerta mas um alerta muito sério. Assim, é só do tipo faz de conta.

É o chamado SPC. Síndrome do P.C. ... "P" de poder e "C" de corrói. ... Porque no fundo todos os que estão no poder, num dado momento...

O pomo directo da discórdia

Artigos do Jornalista José António Cerejo no Público:

Consultor da Câmara da Moita vive em moradia de luxo de uma empresa de construção civil
A revisão do Plano Director Municipal da Moita está a ser contestada pela oposição e por muitos cidadãos. Em causa está um alegado projecto de urbanização maciça do concelho. A história da casa de um braço-direito do presidente da câmara, em que este tem uma intervenção determinante, é exemplo do que também é o poder local um pouco por todo o país. Mesmo em câmaras de maioria comunista. por josé antónio cerejo, Jornal “Público”
…(continua)…
Ler Artigo completo em
http://3.bp.blogspot.com/_aUxs5aYqeD4/RbyjQYMr-dI/AAAAAAAAABI/Ad7DVRdkstM/s1600-h/Publico-A1w.jpg
Uma história complicada de "amizade pessoal"
"Se nesta sociedade já não podemos ter amigos empresários, então não acredito nesta sociedade", afirma Rui Encarnação
"Tenho uma estima pessoal muito grande e uma relação profissional de há muitos anos com Emídio Catum e só isso é que pode explicar esta situação." A declaração foi feita por Rui Encarnação e serve para justificar o facto de, segundo garante, a moradia em que reside ser sua - embora tenha sido construída em terrenos da Montiterras, uma empresa daquele seu amigo, em nome da qual se encontram todos os documentos que lhe dizem respeito. por josé antónio cerejo, Jornal “Público”
…(continua)…
Ler Artigo completo em
http://3.bp.blogspot.com/_aUxs5aYqeD4/RbyjcYMr-eI/AAAAAAAAABQ/QBpw_JievG0/s1600-h/Publico-A2w.jpg

Um licenciamento muito excepcional
Excesso de área foi ignorado pelo então vice-presidente. Piscina está ilegal. Técnico municipal fez projecto
O projecto de arquitectura apresentado pela Montiterras para a moradia do Penteado, em Fevereiro de 2000, foi aprovado em 29 dias, apesar das objecções dos serviços, e a licença de construção foi deferida 43 dias depois. Tudo isto com a assinatura do então vice-presidente e actual presidente da Câmara da Moita, João Lobo. por josé antónio cerejo, Jornal “Público”
…(continua)…
Ler Artigo completo em
http://2.bp.blogspot.com/_aUxs5aYqeD4/Rbyj0IMr-gI/AAAAAAAAABg/jJ-8nWBVAPc/s1600-h/PublicoA4w.jpg

Protocolos com os grandes construtores debaixo de fogo
A revisão do PDM da Moita está a ser fortemente contestada, entre outras coisas, por causa dos protocolos celebrados pela câmara com um grupo de grandes promotores
Criticada como poucas vezes se tem visto em Portugal, pelos partidos da oposição e por um movimento de cidadãos, a revisão do PDM da Moita contempla a exclusão de vastas manchas da REN, que se admite somarem mais de 400 hectares, assim transformados em solos urbanizáveis. Paralelamente, a proposta aponta para a afectação à mesma reserva ecológica de quase o dobro daquela área de solos agrícolas, pertencente a pequenos proprietários. por josé antónio cerejo, Jornal “Público”
…(continua)…
Ler Artigo completo em
http://3.bp.blogspot.com/_aUxs5aYqeD4/RbyjsYMr-fI/AAAAAAAAABY/ke9hr5TL0uk/s1600-h/Publico-A3w.jpg

Uma semana não chegou para a câmara responder
As matérias tratadas nestas páginas, em particular as condições em que a moradia da Montiterras foi aprovada pelo presidente da câmara e as alterações ao PDM previstas para o local em que ela se situa, foram objecto de um pedido de esclarecimento dirigido a João Lobo na noite do passado domingo para segunda-feira. Tratava-se de um conjunto de 24 perguntas escritas, entre as quais foram seleccionadas as 12 que o PÚBLICO julgou mais importantes, depois de o chefe de gabinete do autarca ter comunicado, na quarta-feira, que as respostas seriam dadas "dentro das disponibilidades dos serviços", mas não nos prazos solicitados. Apesar desse encurtamento, nenhuma daquelas perguntas obteve resposta até agora. por josé antónio cerejo, Jornal “Público”
…(continua)…
Ler Artigo completo em
http://3.bp.blogspot.com/_aUxs5aYqeD4/RbyjQYMr-dI/AAAAAAAAABI/Ad7DVRdkstM/s1600-h/Publico-A1w.jpg

Do Público de hoje, de novo pela pena de José António Cerejo, o desmontar de um oportuníssimo "lapso" camarário: «CM da Moita invocou documento inexistente para alterar a REN. José António Cerejo. A referência a um alvará já existente justificaria esse pedido como um "lapso"A Câmara da Moita fundamentou o pedido de desanexação da Reserva Ecológica Nacional (REN) de uma zona contígua ao perímetro urbano da aldeia do Penteado com um documento inexistente. Segundo o chefe de gabinete do presidente da autarquia, a invocação de um alvará pré-existente para justificar esse pedido - cuja aprovação permitirá a urbanização de terrenos em que tem interesse o consultor jurídico da câmara - foi "um lapso".
…(continua)…
Ler Artigo completo em
http://alhosvedrosaopoder.blogspot.com/2007/01/alvar-ou-no-alvar-eis-questo.html
http://2.bp.blogspot.com/_mIPHOWmjTwo/RcBrl_JEa_I/AAAAAAAAABk/EaKOYy2bQKo/s1600-h/Alvara.jpg

Cooperativa constituída ilegalmente quer urbanizar na REN da Moita
José António Cerejo
http://jornal.publico.clix.pt/noticias.asp?a=2007&m=02&d=01&uid=&id=119335&sid=13229
Intenção de desanexar as Fontainhas da REN foi negociada pela câmara com os futuros compradores
Os sócios da Imomoita, a empresa que no início de 2000 adquiriu uma quinta de 27 hectares que a Câmara da Moita se preparava para desanexar da Reserva Ecológica Nacional (REN) com vista à sua futura urbanização, venderam a propriedade a uma cooperativa por eles criada ilegalmente, a Parcoop, obtendo assim elevados benefícios fiscais reservados às cooperativas. Ler Artigo completo em
http://alhosvedrosaopoder.blogspot.com/2007/02/f1-mais-um-tiro-na-fragata.html

Deputado do Partido da Terra, eleito nas listas do PSD, questiona o Governo
http://jornal.publico.clix.pt/noticias.asp?id=119336&sid=13229
O deputado Luís Carloto Marques, eleito pelo Partido da Terra nas listas do PSD pelo distrito de Setúbal, perguntou anteontem o Governo, na Assembleia da República, sobre se tenciona mandar a Inspecção-Geral da Administração do Território averiguar os factos noticiados no PÚBLICO de domingo a propósito da Câmara da Moita. Num requerimento dirigido à Presidência do Conselho de Ministros e à Secretaria de Estado da Administração Local, o deputado diz que os factos noticiados "se relacionam com a revisão do PDM da Moita e com avanços e recuos da administração em processos conducentes à interdição ou à disponibilização de solos para especulação imobiliária e para construção, em que, por vezes, ficam esbatidos os contornos do que possa ser uma diligente prossecução do interesse público por parte da autarquia, aflorando, assim, uma potencial utilização indevida dos poderes da administração para a satisfação de meros e ilegítimos interesses privados".
Ler Artigo completo em
http://alhosvedrosaopoder.blogspot.com/2007/01/requerimento.html

Inscoop admite recurso ao Ministério Público
http://jornal.publico.clix.pt/noticias.asp?id=119337&sid=13229

Confrontado com a violação da lei ocorrida nas escrituras de constituição e aumento de capital da Pluricoop, bem como na de compra e venda das Fontainhas, o notário Carlos Almeida, responsável pelo cartório onde elas foram outorgadas, confirmou os factos e explicou que não teve intervenção pessoal em nenhum daqueles actos, dado ter sido substituído por um antigo colaborador. A responsabilidade principal da aceitação das duas últimas atribuiu-a, porém, ao Inscoop, entidade governamental a quem cabe a fiscalização das coooperativas e que emitiu, três semanas depois da criação da Pluricoop, uma credencial a atestar a legalidade da sua constituição e o seu direito aos benefícios fiscais.
Ler Artigo completo em
http://jornal.publico.clix.pt/noticias.asp?id=119337&sid=13229
e
http://alhosvedrosaopoder.blogspot.com/

O papel da Comunicação Social em geral:

Graças ao trabalho isento, corajoso e esforçado de muitos Jornalistas, e ao papel insubstituível de numerosos Blogs de intervenção cidadã - 14

Graças ao trabalho isento, corajoso e esforçado de muitos Jornalistas, e ao papel insubstituível de numerosos Blogs de intervenção cidadã - 13

Graças ao trabalho isento, corajoso e esforçado de muitos Jornalistas, e ao papel insubstituível de numerosos Blogs de intervenção cidadã - 12

Graças ao trabalho isento, corajoso e esforçado de muitos Jornalistas, e ao papel insubstituível de numerosos Blogs de intervenção cidadã - 11

Graças ao trabalho isento, corajoso e esforçado de muitos Jornalistas, e ao papel insubstituível de numerosos Blogs de intervenção cidadã - 10

Graças ao trabalho isento, corajoso e esforçado de muitos Jornalistas, e ao papel insubstituível de numerosos Blogs de intervenção cidadã - 9

Graças ao trabalho isento, corajoso e esforçado de muitos Jornalistas, e ao papel insubstituível de numerosos Blogs de intervenção cidadã - 8

Graças ao trabalho isento, corajoso e esforçado de muitos Jornalistas, e ao papel insubstituível de numerosos Blogs de intervenção cidadã - 7

Graças ao trabalho isento, corajoso e esforçado de muitos Jornalistas, e ao papel insubstituível de numerosos Blogs de intervenção cidadã - 6

Graças ao trabalho isento, corajoso e esforçado de muitos Jornalistas, e ao papel insubstituível de numerosos Blogs de intervenção cidadã - 5

Graças ao trabalho isento, corajoso e esforçado de muitos Jornalistas, e ao papel insubstituível de numerosos Blogs de intervenção cidadã - 4

Graças ao trabalho isento, corajoso e esforçado de muitos Jornalistas, e ao papel insubstituível de numerosos Blogs de intervenção cidadã - 3

Graças ao trabalho isento, corajoso e esforçado de muitos Jornalistas, e ao papel insubstituível de numerosos Blogs de intervenção cidadã - 2

Graças ao trabalho isento, corajoso e esforçado de muitos Jornalistas, e ao papel insubstituível de numerosos Blogs de intervenção cidadã - 1

Visite o Blogue O Plano em http://oplano.blogsome.com/parque-tematico/ e saiba mais sobre a obra maior e mais emblemática da CM Moita

Agora é decididamente uma luta pela liberdade, contra o autoritarismo e contra a baixa política, forma de reagir do poder local na Moita, ...

Destaques a não perder: Moita é notícia na Focus. E...Presidente da Câmara informa com erro e falta de verdade a Revista Focus

Porque razão terá João Lobo faltado à verdade à Focus? Com que intuito o terá feito, ainda por cima à pala da Bandeira oficial do nosso Município?

Revista Focus de 14 Ago '07: Negócios pouco ecológicos na Moita

Alguém já ouviu ou já leu uma tomada de posição pública do PCP na Moita sobre estas inter-relações tão bizarras?



[1]… e, para saber um pouco mais, veja-se algo do que tem sido publicado no último mês, de quase 20 que a presente Resistência já leva: Saber mais em:Arquivo do blog Forum Cidadania na Várzea da Moita em http://www.varzeamoita.blogspot.com/ e

Ver igualmente Blog Um por Todos, Todos por um em http://umportodostodosporum.blogspot.com/

Sem comentários:

Arquivo do blogue

Acerca de mim

Neste espaço surgirão artigos e notícias de fundo, pautadas por um propósito: o respeito pela Lei, a luta contra a escuridão. O âmbito e as preocupações serão globais. A intervenção pretende ser local. Por isso, muito se dirá sobre outras partes, outros problemas e preocupações. Contudo, parte mais significativa dos temas terá muito a ver com a Moita, e a vida pública nesta terra. A razão é uma: a origem deste Blog prende-se com a resistência das gentes da Várzea da Moita contra os desmandos do Projecto de Revisão do PDM e contra as tropelias do Processo da sua Revisão, de 1996 até ao presente (2008...) Para nos contactar, escreva para varzeamoita@gmail.com